segunda-feira, 25 de março de 2013

Encanto e magia que envolvem o Canadá

 

 

A natureza humana é permeada de sonhos, encantos, paixões. Natural, pois, a minha vocação por outro país. Amo o Brasil e adoro o Canadá. Aqui vi, de perto, um dos lugares mais lindos do mundo: Montreal. O Canadá, todinho, é um encanto. Um país acolhedor, abriga pessoas de todas as raças do mundo. Talvez por isso eu me sinta, aqui, em casa. Depois, esta terra é muito próspera, segura, terna, morna no carinho das pessoas.

A palavra Canadá deriva de “k'anata”, que significa “pequena povoação” ou “a vila” no idioma indígena – provavelmente o algonquino. O Canadá é o segundo maior país do mundo em área territorial, ficando atrás apenas da Rússia.

A América do Norte é formada por três países: México, Estados Unidos e Canadá. O detalhe é que o Canadá ocupa 41% dessa parte do continente americano, ou seja praticamente a metade da América do Norte. A fronteira do Canadá com os Estados Unidos é a mais longa fronteira terrestre do mundo. O Canadá é o país que possui o maior número de lagos de água doce do planeta. São milhares de lagos, em todo o território. Só para se ter uma ideia, a província de Ontário possui nada mais nada menos do que 25.000 lagos.

O país tem dois climas: temperado e ártico. Os invernos costumam ser bastante frios, com nevascas e temperaturas abaixo de zero. Em Toronto, a temperatura pode chegar a 40ºC no verão e a -33ºC no inverno, uma diferença de mais de 70ºC. O país integra o G8, grupo dos países mais ricos do mundo. Possui uma monarquia constitucional com sistema parlamentarista. Ou seja, a chefia do Estado é exercida por um monarca e a do governo por um primeiro-ministro. O Canadá possui dois idiomas oficiais, o inglês e o francês. Cada província tem o direito de definir o seu idioma oficial. O francês é falado majoritariamente em Quebec, enquanto Nova Brunswick é bilíngue. As demais províncias falam principalmente o inglês. Como país é bilíngue, qualquer produto à venda nos supermercados e lojas de conveniência possui informações nas duas línguas.

O país também possui dois hinos oficiais: o hino nacional (O Canadá) e o hino real (God Save the Queen). Agora a pergunta: se o Canadá é uma monarquia constitucional e tem o hino God Save the Queen como oficial, quem é o monarca? Resposta: a Rainha Elizabeth II, do Reino Unido.

As províncias do Canadá são Yukon, Nortwest Territories, Nunavut, Manitoba, Colúmbia Britânica, Alberta, Sakatchewan, Manitoba, Ontario, Quebec, Nova Brunswick, Labrador e Nova Escócia.Por volta de 60% da população canadense vive na região dos Grandes Lagos e do Vale do Rio São Lourenço, no Leste do país. As cidades mais populosas: Toronto, Montreal, Vancouver, Ottawa, Calgary, Edmonton, Quebec, Winnipeg, Hamilton e London. A região metropolina de Toronto, na província de Ontário, possui mais de 5 milhões de habitantes.

A maior parte da população canadense é cristã, sendo metade católica e metade protestante. Quase 20% da população nasceu no estrangeiro, o que faz do Canadá um dos países com maior percentual de imigrantes do mundo. O país possui um dos mais altos índices de desenvolvimento humano. Vancouver é a cidade 3º com melhor padrão de vida, eleita também a “cidade mais habitável” do planeta. O Canadá é um dos países que tem o maior número de automóveis por pessoa, praticamente um carro para cada duas pessoas.

Chamada de Maple Leaf Flag, a bandeira do Canadá possui duas barras verticais vermelhas representando os oceanos Pacífico e Atlântico e uma folha de bordo no centro, representando o país. O bordo é uma árvore típica do Hemisfério Norte, encontrada na Ásia, Europa e América do Norte. A folha do bordo muda de cor ou cai conforme a estação do ano. Da seiva da árvore é extraído o xarope de bordo (maple syrup), muito consumido no Canadá e Estados Unidos com sorvetes, rabanadas, torradas e panquecas.

Montreal, na província de Quebec, é uma cidade quase que totalmente ligada por túneis. Essa bela cidade possui a mais extensa rede de túneis do mundo. É possível ir ao shopping, ao escritório ou escola sem sair ao ar livre. O motivo está nos invernos com temperaturas normalmente abaixo de zero. Muito frio, muita neve.

Estima-se que 500.000 pessoas circulem todos os dias pelos túneis de Montreal. É uma delícia andar pela cidade, tudo é acolhedor, agradável. As mulheres representam 45% da mão de obra canadense. Elas ocupam quase todas as posições, de motorista de caminhão a presidente de empresa, de pedreira a advogada. Sinal de que no Canadá, a igualdade entre os sexos é levada a sério.

Não existe uma cozinha típica, ou muito menos pratos nacionais canadenses. A cozinha varia de região para região. Mas pode-se dizer que boa parte da população aprecia maple syrup, rosquinha, arroz selvagem, peixes (principalmente o salmão) e frutos do mar.

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o Canadá oferece um dos mais altos padrões de qualidade de vida no mundo. Vancouver é considerada a melhor cidade do Canadá para se viver e a 3a. melhor do mundo. O Canadá tem um dos maiores índices de instrução universitária do mundo. Os custos de educação e vida para estudantes estrangeiros no Canadá estão entre os mais baixos. O Canadá é um país multicultural. Em razão de sua diversidade étnica, você se sentirá à vontade no Canadá.

É um país que incentiva a diversidade cultural de sua população. O país conta com redes de TV especializadas em diversidade cultural para quase todos os grupos étnicos existentes no país. É o segundo maior país do mundo, com 9.971,000 quilômetros quadrados de área. Com apenas 3 pessoa por quilômetro quadrado, o Canadá tem a quarta menor densidade demográfica do mundo. É o oitavo maior país comerciante do mundo. É terra de diversas invenções, incluindo basquete, lâmpada elétrica, microscópio de elétrons, televisão, telefone, zíper e outros.

Entre todos os países produtores de gás natural, cobre, zinco, alumínio e ouro, o Canadá está entre os cinco maiores. O Canadá é o quinto maior produtor de energia do mundo.

Os canadenses gostam de esportes principalmente dos esportes de inverno. A paixão nacional é o Hockey no gelo seguido do baseball, basquete e do futebol (estilo futebol americano).

O Canadá é um país privilegiado de extensão territorial e de terras férteis. Ademais, o país conta com uma excelente rede de transportes, o que facilita a comunicação entre todas as províncias, bem como o desenvolvimento do turismo e do comércio nacional.

Somado a esse conjunto de beleza natural, desenvolvimento tecnológico, qualidade de vida, 32% dos canadenses são muito felizes e, 55% são felizes. Ou seja, apenas 13% da população não se considera feliz. Isso não é nada quando se compara esse índice ao de outros países. Por tudo isso eu adoro o Canadá e desejo passar grande parte da minha vida aqui. Tenho sintonia, intimidade com o lugar. Sinto existir um passado espiritual que me liga a esta bela terra onde integro os 55% das pessoas felizes.

6 comentários:

Joshep Gunter disse...

Boa noite, professora Luísa. Esse seu artigo é importante porque sendo uma brasileira opta pela Canadá. Por tudo que aponta no texto é um país excelente para se viver, logo verifica-se que tem motivos de sobra para amar o país que tão bem a acolheu. Montreal, conheço, assim como outras cidades, todas lindas, mas Montreal reúne uma saudução inigualável: beleza, aconchego, modernidade, segurança, oportunidades. Reúne tudo para propiciar felicidade às pessoas. Quem não é feliz aí não poderá ser em nenhum lugar do mundo. Isso aí é maravilhoso.

Miguel Aghassis disse...

Professora Luísa, tem absoluta razão. Montreal é uma cidade de múltiplas facetas, orgulhosa de seus contrastes. Segunda cidade de língua francesa depois de Paris, com 3,4 milhões de habitantes, a cidade é também um cadinho de culturas do mundo inteiro, como testemunham o mosaico de seus bairros e a diversidade de seus restaurantes. Seu rico patrimônio arquitetônico cobre quatro séculos de história, do regime francês à era contemporânea. Insular mas aberta sobre o mundo, Montreal é uma cidade efervescente e sempre pronta para festejar! Linda, Linda!

Higino Flores Shiling disse...

Grande mestra, há tantas belezas que não comentou. Logicamente o espaço não dá. Com sua licança, acrescento um ponto que amamos muito. Moramos aqui há 32 anos. Foi a melhor escolha que fizemos na vida. Do Mont-Royal, a vista da cidade é incomparável. A montanha está coroada por um parque magnífico e num de seus flancos se eleva o imponente Oratoire Saint-Joseph, que acolhe peregrinos do mundo inteiro. A vista da cúpula da torre de Montreal é também incomparável! A torre domina o Parque Olímpico, construído para os Jogos de 1976, seu imponente estádio e seu Biodôme, onde coabitam a fauna e a flora de quatro ecossistemas diferentes. Diante do Parque, o Jardin botanique, o segundo maior jardim botânico do mundo, expõe suas fabulosas coleções e serve de guarda-jóias para os pitorescos jardins chinês e japonês como também o Insetário. Maravilhoso país que acolheu bem minha família. mande seu endereço, iremos visitá-la.

Robson David Granni disse...

Admirável Luisa Karlberg. Montreal é uma cidade única. A vida cultural daqui é o reflexo de uma criatividade exuberante. Os cinemas e as salas de espetáculos exibem programações diversificadas, enquanto que os bares, cafés e discotecas ficam abertos até tarde da noite. Fazer compras é também um dos prazeres de Montreal, reconhecida como capital da moda. A cidade conta com cerca de trinta museus. Entre eles podemos mencionar o Musée des beaux-arts, o mais antigo museu de arte do Canadá, o Centre canadien d’architecture, reputado pela qualidade de suas coleções e exposições, e o Musée d’art contemporain, primeiro do gênero no Canadá. Ele se integra harmoniosamente ao complexo da Place des arts, cujas salas têm acolhido desde há cerca de quarenta anos todos os grandes nomes das artes cênicas e que é sede da Orchestre symphonique e da Opéra de Montréal como também dos Grands Ballets canadiens.Compreende seus sentimentos, compartilho-os.

Mahno Silveira disse...

É professora Lessa, Montrea é maravilhosa, possui uma vasta rede de 600 km de ciclovias espalhadas por toda a ilha. Durante o inverno, enquanto que a patinação e o esqui de fundo são os destaques dos grandes parques da cidade, os friorentos permanecem bem protegidos na «cidade subterrânea», uma rede interior de mais de 30 km de que liga, graças a um metrô limpo e rápido, edifícios de escritórios, habitações, centros comerciais, hotéis, cinemas e restaurantes. STemos, aqui, grande comunidade brasileira. Vamos nos reunir, sua família e a minha? Grande abraço.

Anônimo disse...

Esse texto saudade, como diz Pepe, é magnífico. Eu também chorei! Você possui enorme sensibilidade Profa. Lessa. Fico feliz ao ler tão belo texto, numa escrita perfeita, uma alma nobre, um coração repleto de amor e saudade. Que Deus te abençoe lindamente.
Cristina Loureiro - Santa Maria -RS

A vida da gente é feita assim: um dia o elogio, no outro a crítica. A arte de analisar o trabalho de alguém é uma tarefa um pouco árdua porque mexe diretamente com o ego do receptor, seja ele leitor crítico ou não crítico. Por isso, espero que os visitantes deste blog LINGUAGEM E CULTURA tenham coerência para discordar ou não das observações que aqui sejam feitas, mas que não deixem de expressar, em hipótese alguma, seus pontos de vista, para que aproveitemos esse espaço, não como um ambiente de “alfinetadas” e “assopradas”, mas de simultâneas, inéditas e inesquecíveis trocas de experiências.