sábado, 14 de fevereiro de 2015

PRATEADO DO TEMPO

 

image

 

Que falta me faz o teu perfume, o teu riso, o teu olhar, o teu jeito de amar, a melodia da tua  voz, o murmúrio doce no ouvido, o toque das tuas mãos a segurar as minhas, o abraço suave e seguro, a companhia agradável que me fazia te seguir a tantos lugares, o subir e descer as serras, o desfrutar o Capivari, as rezas em Aparecida, o caminhar na 25 de março, as visitas ao Museu de Língua Portuguesa, os teatros, os musicais, a cumplicidade com a natureza, o túnel de Santos, as telas de cinema, os dias de churrasco, a vitrola a tocar, as marolas do mar, os cafés de fim de tarde, os textos sobre América Latina, as músicas inesquecíveis, os almoços no dia a dia, o saboroso café da manhã, as idas nas praias, o sol a aquecer a pele, o amor a rondar os sentidos, tudo na vida a dois, a companhia desejada, esperada, sonhada.

É um tempo distante, a fazer despedida, na ausência sentida, um tempo não vivido, tudo a deixar um vazio que nem as estrelas do céu, o azul do mar, o raio do sol, o prateado do luar, o entardecer do dia, enfim, como substituir essas lembranças, nessa ausência sentida na minha vida? Saudade de nós. Saudade do que já fomos. Saudade do que poderíamos ser...É uma ausência por demais prolongada que me permitiu descobrir que posso permanecer sem ti por toda minha  eternidade. O tempo acabou! Não temos mais tempo para um abraço, um sorriso, os passeios, o conviver no tempo, esse tempo que a vida não nos deu. Por tudo, vivemos o ADEUS!

3 comentários:

Anônimo disse...

Que mulher fantástica, que coração puro, que amor lindo, quantas lembranças ternas, quantos sonhos perdidos. É a vida que por vezes a gente não entende. Por que não viver intensamente tantos sentimentos? Grande mulher, bela mulher, o teu riso é de felicidade. Sei que teu coração é sereno e a tua alma nobre, assim como a pureza do teu semblante adorável.
A tua escrita é perfeita. O teu sentir a vida é espetacular, assim como o teu amar. linda mulher. parabéns. Queria te conhecer, conversar contigo. Escreve no meu e-mail: mario123@outulook.com

Janio Rodrigues Sena disse...

Não sei se é bom amar assim, tenho dúvidas. Acho que tem muito amor no coração e não se dá por completo ou não achou o amor da vida. Sei não, sei que é uma linda mulher.

Hermógenes Alvarenga disse...

À saudade é assim, provoca esses sentimentos sentidos, doídos e também bons. A poesia tem essa liberdade, leveza, pureza. parabéns poeta.

A vida da gente é feita assim: um dia o elogio, no outro a crítica. A arte de analisar o trabalho de alguém é uma tarefa um pouco árdua porque mexe diretamente com o ego do receptor, seja ele leitor crítico ou não crítico. Por isso, espero que os visitantes deste blog LINGUAGEM E CULTURA tenham coerência para discordar ou não das observações que aqui sejam feitas, mas que não deixem de expressar, em hipótese alguma, seus pontos de vista, para que aproveitemos esse espaço, não como um ambiente de “alfinetadas” e “assopradas”, mas de simultâneas, inéditas e inesquecíveis trocas de experiências.